Buscar
  • LED

Revelação de organização paralela ao estado de servidores públicos anti refugiados e LGBT+ - ACNUR

Operação jornalistica do Le Monde descobre a participação de servidores públicos do Reino Unido, em uma organização paralela ao estado, centrada nos pilares de homofobia e repudio a refugiados.


Em operação jornalistica organizada pelo Le Monde Diplomatique, jornal francês centrado nos pensamentos de direitos humanos, realizou a denúncia de uma organização paralela ao governo do Reino Unido. Nessa organização, diversos servidores públicos estariam ligados ao repúdio de refugiados LGBT+ em relação à estadia no país, com características de agressão verbal e física, e a utilização de perfis em mídias sociais para a disseminação dos pensamentos e ideais.


Refugiado em Manchester, Inglaterra, Abdu Nasser (Irã) detalha a angústia de se locomover pela cidade em vias públicas e utilizar os transportes públicos locas com medo de ser atacado pela população e pelos servidores públicos, abertamente posicionados contra os LGBT+.


Segundo apurações de Le Monde Diplomatique, o alto escalão governamental do Reino Unido está ciente do envolvimento dos servidores públicos a esses grupos anti refugiados e anti LGBT+, em sentido de acobertar os trabalhadores, em feitos em contra a democracia e os direitos humanos.


Diversas Nações se posicionaram contra as organizações paralelas, e ainda, contra o acobertamento do governo do Reino Unido, pedindo um posicionamento oficial ao comitê diplomático do país, já que estão na cúpula do ACNUR, discutindo a cerca do escopo do comitê das Nações Unidas.


A operação foi dirigida pelo jornal Le Monde Diplomatique, bem como a redição desta notícia.


1 visualização0 comentário