Amazônia em chamas

05/09/2019

 

O Dia da Amazônia é comemorado em 05 de setembro e busca voltar a atenção da população para uma das maiores reservas naturais do planeta. Essa data foi escolhida por coincidir com a data de criação da província do Amazonas, em 1850, por D. Pedro II. 
 
A Amazônia, maior bioma do Brasil e maior reserva de Biodiversidade do mundo, possui aproximadamente sete milhões de quilômetros quadrados, distribuídos em nove países da América do Sul, e é o habitat de inúmeras espécies de seres vivos. Estima-se que existam cerca de 40 mil espécies de plantas, milhões de diferentes insetos e cerca de 400 mamíferos. Além disso, a Amazônia é uma grande fonte de matérias-primas utilizadas na medicina, na alimentação e em outras atividades comerciais. 

O que se sabe sobre a evolução das queimadas no Brasil 
 
Apesar de o Ministério do Meio Ambiente afirmar que nos últimos dez anos o desmatamento caiu, a Amazônia ainda tem vivido uma intensa destruição. São comuns os relatos de derrubada das árvores para extração de madeira, grandes áreas destruídas pela mineração e criação de hidrelétricas, além de grandes extensões devastadas para a criação de pastos e desenvolvimento da agricultura, como é o caso das plantações de soja. 
 
Atualmente o total de focos de queimada é o maior no período de janeiro a agosto em 7 anos. Em 2019, os incêndios aumentaram 82% no Brasil em relação ao mesmo período de 2018. 
 
Os focos de queimada na Amazônia chamaram a atenção nos últimos dias, principalmente após a fumaça negra atingir cidades do Sudeste do Brasil, como ocorreu dia 19 de agosto último. O número de focos registrados pelo Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), já é o maior de janeiro a agosto em 7 anos. Em 2019, os incêndios aumentaram 82% no Brasil em relação ao mesmo período de 2018. 
 


 

 

A solução

 


O fim do desmatamento no Brasil é factível e necessário para o futuro do país. Desde 2015 está em discussão no Congresso Nacional uma proposta de lei de iniciativa popular para dar fim a este problema no país. Está nas mãos dos congressistas assumir o compromisso pela preservação de nossos recursos naturais. Vamos mostrar que queremos um Brasil sem desmatamento para essa e para as futuras gerações.
 

 
O que você pode fazer para ajudar a Amazônia 


 1- Informe-se: nesta hora, é importante buscar o máximo de informação possível.  
 
2- Mãos à obra: sua voz faz a diferença sim. Participe de atos e mobilizações contra o desmatamento e mudanças climáticas e vá mais longe: você pode organizar o seu também!  
3- Esteja sempre atento às medidas que vão sendo anunciadas e use sua voz (seja nas redes sociais ou nas ruas) para questionar medidas que impulsionam o desmatamento. 
4- Cobre posicionamento e ação de marcas e pessoas que lucram diretamente com a floresta Amazônica. Isso inclui conteúdo, produtos, matéria prima, mão de obra... 
5- Repense seu consumo de carne vermelha, cortando-o ou reduzindo-o drasticamente: "A pecuária é a principal causa da devastação das florestas", escreve Carvalhal, expert no assunto. Para se ter uma ideia, o projeto Meat Free Monday, apoiado por Stella McCartney e seu pai, Sir Paul McCartney, ensina que cortar a carne de seu cardápio por apenas um dia na semana já tem um impacto enorme no meio ambiente. Informe-se.

 

Fonte:
wwf.org.br

www.greenpeace.org

www.g1.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Amazônia em chamas

05/09/2019

1/7
Please reload

Últimas Notícias
Please reload

 Rua Santa Rita, 202 - Pari - São Paulo - SP
Fone: (11) 2292.3549
  • Facebook
  • Instagram